Não fez a biometria? Veja como regularizar sua situação

A biometria é a nova forma de confirmação de presença nas urnas no Brasil. Todos os brasileiros portadores de um título de eleitor devem cadastrar as digitais para poder votar no novo sistema já implantado nas últimas eleições. Mas quem não fez a biometria ainda pode corrigir e garantir a participação nas eleições 2018 data se for rápido. Saiba mais a seguir.

Biometria Eleitoral
Biometria Eleitoral

Para que serve a biometria?

A biometria é o processo de cadastramento das digitais dos dedos das mãos. Ela foi solicitada pelo Tribunal Eleitoral para deixar as eleições brasileiras ainda mais seguras. Talvez você não saiba mas o sistema anti fraude adotado no Brasil para eleger um representante público é invejado e copiado por muitos países.

O cadastramento da digital do dedo indicador permite uma identificação precisa de um candidato a Governador para votar nas eleições de 2018. Antes o documento de identificação com foto e o título de eleitor comprovavam que aquele eleitor estava na zona e seção correta para votar.

Mas com a biometria é muito mais seguro. Todos os documentos de papel podem ser passíveis de fraude. Muitos casos de documentos falsos já foram achados ou de votos trocados na urna.

Com a identificação biométrica a urna registra quem votou em quem e se de fato foi o eleitor correto. Assim a fraude até o momento está eliminada.

Não fiz a biometria. E agora?

Todos os brasileiros foram convocados para se dirigir até uma unidade de atendimento do Tribunal Regional Eleitoral de sua idade e cadastrar-se no sistema biométrico. Foram campanhas na TV e em diversas mídias convidando para o cadastramento.

Perdeu o prazo? Infelizmente terá que se dirigir até uma unidade do TRE de sua cidade mais próxima. Antes deve realizar o agendamento no sistema do tribunal eleitoral no site de sua cidade. Sem agendamento só será atendido se tiver vagas.

Por enquanto ainda não será cobrada nenhuma multa. Contudo, sem a biometria não será possível votar nas próximas eleições. Deverá também pagar multa e ter o título suspenso até regularizar a situação.

Cadastramento de biometria é bem simples

Uma vez atendido por um funcionário do TRE o processo é bem simples. Você deve apresentar seus documentos pessoais obrigatórios: identidade e título de eleitor. Caso não tenha um título terá que pedir uma segunda vida e só depois realizar a biometria. A boa notícia é que os dois processos podem ser agendados no mesmo dia se houver vagas na unidade selecionada.

O atendimento é bem rápido. Você será convidado e encaixar os dedos um a um e registrar no sistema as digitais. Todas as digitais das mãos serão cadastradas, assim poderá usar qualquer um dos dedos para identificação.

O sistema de biometria eletrônica é considerado até hoje um dos mais seguros do mundo. Ele já está em amplo uso para a carteira de identidade e no sistema prisional deve ser a única forma de identificação nos próximos anos.

O sistema de dados nacional permite por meio de cruzamento de informações identificar todo tipo de fraude e trapaça. A ideia é que tudo seja integrado por meio da biometria digital como o departamento de trânsito, policial e o sistema eleitoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *